Federação Paranaense de Futebol

Athletico está na final da Conmebol Libertadores

blank

Na noite de terça-feira, 06, o Athletico conquistou mais um feito histórico. A equipe do técnico Felipão, nesta noite comandada por Paulo Turra, empatou com o Palmeiras em São Paulo e, depois de 17 anos, volta a disputar uma final de Conmebol Libertadores. O Rubro-negro havia vencido o primeiro jogo emn Curitiba e, por isso, tinha a vantagem de empatar na segunda partida. Mesmo com o Palmeiras abrindo vantagem de dois a zero, os athleticanos buscaram o empate e garantiram a vaga. 
 
O primeiro gol da equipe paulista saiu logo no início do jogo, com Gustavo Scarpa. Ainda na primeira etapa, o Palmeiras teve Murilo expulso por uma solada em Vitor Roque. Mesmo com um jogador a menos, o atual bicampeão da competição chegou ao segundo gol, desta vez com Gustavo Gomez.
 
Foi então que Paulo Turra mexeu na equipe e Pablo e Terans saíram do banco de reservas para deixar tudo igual. Em seu primeiro lance em campo, o atacante Pablo descontou para os rubro-negros. E na reta final do jogo, Pablo tocou para David Terans marcar o gol da classificação. 
 
“Vale ressaltar que nesta campanha não foi a primeira vez que saímos de um resultado adverso. Isso mostra o amadurecimento dos jogadores e do clube. Isso vem valorizar ainda mais o nosso trabalho. Estar perdendo de 2 a 0 contra uma grande equipe e conquistar a classificação é para poucos”, avaliou Paulo Turra ao final da partida. O auxiliar comandou a equipe em função da suspensão de Felipão após a expulsão do primeiro jogo. 
 
“Sabíamos da dificuldade do jogo. Foram 180 minutos muito difíceis. Mas trabalhamos muito bem. Foi um gol muito importante para o Athletico, este clube que vem crescendo muito nos últimos anos. Agora é pensar no Campeonato Brasileiro e na decisão da Copa”, disse o autor do segundo gol, David Terans. 
 
Agora o Athletico encara o Flamengo na decisão da Conmebol Libertadores em jogo único. A final será disputada em Guayaquil, no Equador, no dia 29 de outubro. 
 
Foto: José Tramontin/athletico.com.br