Federação Paranaense de Futebol

Presidente Hélio Cury participou de evento do projeto social Gol do Brasil, em Araucária

blank

No sábado, 22, o presidente da Federação Paranaense de Futebol e vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Hélio Pereira Cury, participou de evento do projeto social Gol do Brasil, da CBF em parceria com a Unesco, em Araucária. A ação é gerida pelo CBF Social, o departamento da entidade que tem como objetivo fomentar ações de responsabilidade social por meio do esporte. 
 
No Paraná, a sede escolhida para o desenvolvimento do projeto foi Araucária, que recebeu eventos teóricos e práticos na última semana. No sábado, foi realizado o festival de futebol para cerca de 100 crianças . Em parceria com a Federação Paranaense de Futebol e a prefeitura municipal, Araucária se junta a outras nove cidades que já contam com o projeto em andamento. 
 
Além do presidente Hélio Cury, estiveram presentes ao evento o vice-presidente da FPF, Idu Blaszczak, o presidente da câmara municipal de Araucária, Celso Nicacio, e o secretário de esportes da cidade, Fabiano Leite.
 
O que é
Iniciado em 2019, o projeto Gol do Brasil faz parte do FIFA LEGACY, que é financiado pelo fundo de legado da Copa do Mundo da FIFA 2014, e ganhou apoio da Unesco um ano depois. A ação social da CBF é voltada para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos em situação de vulnerabilidade. Sua missão é promover cidadania e educação por meio do futebol. Para isso, são seguidos os critérios das dez habilidades de vida estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), agência também ligada à ONU: autoconhecimento, relacionamento interpessoal, pensamento crítico, pensamento criativo, empatia, resolução de problemas, tomada de decisão, manejo de emoções, manejo de estresse e comunicação eficaz.
 
A metodologia para o desenvolvimento desta interação social pode ser implementada com treinamentos de futebol de campo, salão, praia ou society. Além da prática esportiva, os estudantes contam ainda com acompanhamento psicológico e assistência social para auxiliar no ensino das habilidades de vida. Todas as unidades também oferecem aos participantes uniformes, equipamentos esportivos e alimentação.
 
Além das crianças e dos adolescentes atendidos, o Gol do Brasil também visa à formação de professores capacitados para trabalhar com essa faixa etária. O projeto social já está em pleno funcionamento em diversos Estados e o planejamento é para que ele chegue à totalidade dos 26 estados do país e também ao Distrito Federal.
 
Fotos: Carlos Poly-SMCS