Federação Paranaense de Futebol

Nacional goleia o Iguaçu e se aproxima do G-4

Equipe de Campo Mourão venceu fora de casa por 4x1, acabando com as chances da Pantera do Vale

blank

FOTO: Rafael Diego / Iguaçu

Brigando pela 5ª colocação na tabela e sonhando com o G-4, Iguaçu e Nacional se enfrentaram neste domingo (16) pela Segundona Santa Cruz. A partida, válida pela 7ª rodada, era fundamental para as pretensões das duas equipes e quem levou a melhor foi o Nacional, que venceu por 4×1, com gols de Nathan (2x), Luís Paulo e Raphael Stard. O gol da Pantera foi marcado por Pedro Henrique.

Com o resultado, o Nacional encostou no G-4, chegando aos 11 pontos (dois a menos que o quarto colocado, o Patriotas, que tem 13). O Iguaçu permanece com 7 pontos e passa a se preocupar com a parte de baixo da tabela.

O jogo

Sem tempo a perder, os gols saíram cedo. Aos 9 minutos o Nacional abriu o placar com Nathan. 1×0. Aos 15’, pênalti para o Iguaçu. Nicolas colocou a mão na bola e o árbitro, próximo do lance, não hesitou em marcar. Yuri acertou o canto mas Pedro Henrique foi preciso e empatou a partida. 1×1.

O Nacional voltou a ficar à frente no placar também de pênalti. Aos 28 minutos, Tonny invadiu a área e foi derrubado. Pênalti que Nathan cobrou e converteu. 2×1. O jogo passou a ser também um duelo pela artilharia. Firmino (Coruja), do Iguaçu, tem 5 gols e Nathan chegou a 4.

No segundo tempo a primeira boa chance foi justamente de Firmino. Aos 12’, Sony cruzou e o atacante mergulhou para cabecear, mas sem acertar o gol. O Iguaçu estava pressionado para marcar diante da torcida, mas, aos 30’, em uma bola parada perto do escanteio, a bola foi alçada no segundo pau e Luís Paulo cabeceou para fazer 3×1 para o Nacional.

De novo de bola parada, aos 37’, Raphael Stard cobrou falta e mandou a bola para a área, ela desviou em um jogador do Iguaçu, matando o goleiro. O árbitro confirmou o gol para Raphael Stard, que cobrou a falta. 4×1, placar final.

Sequência

O Iguaçu volta a campo contra o Laranja Mecânica no dia 22 (sábado) às 18h30, no José Chiappin, em Arapongas. Já o Nacional recebe o Rio Branco no sábado (22), às 16h, no Roberto Brzezinski em Campo Mourão.